Pedra de Metal

terça-feira, 28 de setembro de 2010

ENTREVISTA - Theriomorphic


A dimensão que os Theriomorphic ocupam, no património underground nacional é muito grande, conquistaram um lugar alto como grande referencia do death-metal. O carismático Jó, com quem dialogamos, é um senhor com um papel de grande valor, pela forma empreendedora com que encara este panorama musical, não só pela sua banda como pelas excursões e eventos que organiza.

Pedra de Metal – A Dethstar Wreck’ordes, que é uma editora criada por ti, suporta apenas os Theriomorphic ou também está disponível para outras bandas?
Jó – Era um projecto que esteve para surgir em 2002 e ficou adiado indeterminadamente. Surgiu a possibilidade de lançar o álbum de Theriomorphic e aproveitei a ideia que estava na gaveta. Já pensei em fazer mais qualquer coisa, mas ainda não se proporcionou e, hoje em dia, é difícil tornar uma editora viável, principalmente quando não há muito tempo disponível para dedicar à mesma. Veremos o que se poderá vir a fazer ou não...

PDM – “The Beast Brigade” é o vosso trabalho mais recente lançado em 2008, que balanço nos podes fazer sobre ele?
Jó – O álbum foi muito bem recebido, em termos gerais. Foi feito de forma mais descontraída e simplista, sem ter a quantidade de pormenores e diferentes pistas que utilizámos no seu antecessor, daí termos ficado muito satisfeitos por sabermos que agradou a tanta gente. Várias pessoas o consideraram como sendo um trabalho superior ao primeiro álbum, o que é um óptimo sinal. Também há quem continue a preferir o “Enter The Mighty Theriomorphic” e, inclusivamente, numa votação para os melhores álbuns de metal feitos em Portugal, conseguimos ter ambos os álbuns na mesma posição, com o mesmo número de votos. Considero muito satisfatório que este equilíbrio se tenha verificado, em vez de ter qualquer dos álbuns a destacar-se em relação ao outro. Ambos se complementam muito bem na definição daquilo que gostamos de fazer.

PDM - Vão continuar a manter o mesmo nível de melodia e técnica no próximo álbum tal com em “The Beast Brigade”?
Jó –
É um pouco difícil afirmar algo desse género. Não temos regras muito definidas acerca do que fazemos. Já escrevemos temas mais técnicos e, posteriormente, outros muito menos complexos, em ambos os álbuns. E também juntámos temas escritos em diferentes alturas. No último álbum há dois temas colados, “Shadowlore” e “Flesh Denied”, que foram escritos com 10 anos de diferença e a junção de ambos resultou muito bem. A nossa maior preocupação prende-se com o facto de não querermos escrever temas que soem demasiado parecidos uns com os outros ou repetirmos demasiado os mesmos riffs, dentro de cada tema. O resultado final é sempre algo que depende da disposição com que o trabalho está a ser feito. Muitas vezes, esse resultado até acaba por ser muito diferente daquilo que esperamos, quando temos as primeiras ideias. Não conseguimos antecipar sempre se um tema vai ser mais técnico ou mais directo, mais brutal ou mais melódico, porque isso vai saindo de uma forma algo espontânea. No entanto, há uma certa disposição para fazermos algo um pouco mais agressivo, em geral. Mas isso, por vezes, também nos inspira a ir aos outros extremos, portanto, acho que no todo haverá um pouco do que estão habituados a ouvir na nossa música e haverá sempre um certo equilíbrio.

PDM – Já existe uma data prevista para um próximo álbum?
Jó – Ainda não. Por diversos factores, temos tido outras coisas com que nos preocuparmos, portanto, não podemos estabelecer prazos. Mas julgo que em 2011 já se começará a definir esse aspecto. Inicialmente, eu gostaria de, por esta altura, já termos algo mais concreto, mas há sempre condicionantes, visto que não fazemos disto a nossa profissão. A haver alguma coisa para o ano, será aproximadamente com a mesma diferença com que lançámos os dois primeiros álbuns, por isso, será uma boa altura para um álbum novo. Entretanto, saiu há dias um tributo a Mata Ratos, em que participámos, tal como os Decayed e os Holocausto Canibal, entre várias bandas de Hardcore, Rock e Punk. É uma perspectiva um pouco diferente para ouvir tanto os Mata Ratos como os Theriomorphic, por isso, acho que vale bem a pena. O tributo chama-se “Covers, Cú & Mamas – o tributo ideal”.

PDM – Tem sido um ano bom em termos de concertos? E as hipóteses de tournées fora do nosso país?
Jó –
Tendo em conta que a nossa ideia seria a de não darmos praticamente concertos, para podermos trabalhar em novos temas, até tem sido bom, sim. Como o processo de composição se vai arrastando, acabamos por ter sempre alguma vontade de dar concertos. No entanto, só temos aceite convites um pouco especiais, por parte de pessoas com quem temos sempre um enorme prazer em trabalhar e que nos deram sempre um grande apoio, ou em zonas onde não é muito habitual tocarmos ou mesmo onde nunca tocámos antes. Por essa razão, têm sido concertos que nos têm dado muita satisfação. Há dias, estivemos em Corroios com os Obituary e os Hacksaw, com uma sala muito bem composta e uma optima recepção por parte da assistência. Dois dias depois, participámos na apresentação do tributo, em que, além dos Mata Ratos, nós e mais 6 bandas tocámos a cover gravada e um tema original, sem grandes paragens, só a ligar os instrumentos, tocar e dar vez à banda seguinte, com uma casa cheia e gente de gostos diversos, e que também foi uma experiência diferente do habitual e nos deu um enorme gozo. Quanto a tournées lá fora, é algo que gostaríamos de fazer, mas implica muitos custos e algum risco, porque nunca se sabe se as coisas correrão pelo melhor. Não estamos no centro da Europa, onde em poucas horas chegamos a vários países, tirando a Espanha. Já por várias vezes falámos sobre a possibilidade de tocarmos na Galiza, mas até agora não se proporcionou.

PDM – Jó, fora da banda, quais os projectos que tens reservados para o futuro?
Jó –
Por agora, os projectos em que estou envolvido já me ocupam bastante, seja a banda, a loja, as excursões ou outros trabalhos que vou fazendo. Já é um pouco difícil dar conta de tudo, mas a situação que este país atravessa nem sequer dá a possibilidade de escolher, por isso, tenho que aproveitar. Se conseguir coordenar as coisas e atingir alguma estabilidade com elas, já será um bom projecto para os próximos tempos. O resto, a seu tempo se verá...

PDM - E como já é da prache por aqui, uma mensagem em nome da banda para os nossos estimados leitores.
Jó – Agradeço-vos a entrevista e, aos que tiveram interesse em lê-la, o tempo dispensado. Podem ouvir a cover de Mata Ratos no nosso Myspace (www.myspace.com/theriomorphic) e, caso queiram adquirir o tributo, qualquer dos álbuns, ou uma das novas t-shirts que estreámos no concerto com Obituary, ou simplesmente enviar alguma mensagem, podem contactar-nos pelo endereço theriomorphic@gmail.com.

MISS LAVA - 2ª Mini-Tour pelo REINO UNIDO

Os Lisboetas MISS LAVA estão de regresso ao Reino Unido para uma mini-tour com os Alternative Carpark e ainda um show muito especial em Camden com os poderosos Sons Of Merrick.

As datas agendadas são as seguintes:
- Out 1 @ The Star - Guildford, c/ Alternative Carpark e outros.
- Out 2 @ Vic’s Biker Pub - Coalvile, c/ Alternative Carpark.
- Out 3 @ The Purple Turtle - Camden, London c/ Alternative Carpark e Sons of Merrick

FAANEFJELL - Novo video "Hedningens Time"

A Norwegian Black / Folk Metal FAANEFJELL banda acaba de lançar o seu novo vídeo "Hedningens Time", uma musica que caracteriza bem o proximo álbum "TROLLMARSJ". O álbum será lançado em 16 de outubro de 2010 através do Mayhem Music.

Além disso, a banda tem agendada uma "party" on-line no MySpace Partido no dia 15 de Outubro. Todo o álbum estará disponível para streaming a partir de 20.00 até ás 24.00 CET. Mysapce da banda www.myspace.com/faanefjell.

FORCENTURY - 2010 o ano do regresso

2010 está a ser um ano em grande para os FORCENTURY. Eles lançaram seu álbum de estréia "Vanguard" e ficaram impressionados com as reacções positivas da imprensa mundial e foi logo reconhecido pela comunidade de Heavy Metal.

A banda lançou agora um pequeno filme que capta esses momentos.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

The Agonist // 12 de Novembro - Musicbox

Ainda a ganhar terreno na Europa, os canadianos THE AGONIST são já um caso raro de sucesso do outro lado do Atlântico. Com apenas quatro anos de carreira, a banda liderada por Alissa White-Gluz – votada por duas vezes como uma das Hottest Chicks in Metal pelos leitores da revista Decibel! – tomaram de assalto os Estados Unidos com «Once Only Imagined». Durante o período de promoção ao seu disco de estreia, passaram quase três anos inteiros na estrada e completaram diversas digressões pelos Estados Unidos ao lado de bandas tão famosas como os The Haunted, Overkill, Enslaved, Epica, Arsis, God Forbid ou Sonata Arctica. Já foram convidados para actuar em localizações tão afastadas do seu país natal como o Japão, Colômbia e México; o vídeo-clip que gravaram para o single «Business Suits And Combat Boots» arrebatou um prémio nos melhores vídeos do ano para os espectadores do Headbanger's Ball em 2007. Em apenas três anos construíram uma base sólida de seguidores e acumularam a experiência necessária para que, hoje em dia, ninguém se atreva a questionar a sua validade. No dia 12 de Novembro, no palco do Music Box, a belíssima Alissa e os seus companheiros vão mostrar um tesouro por descobrir – em estreia nacional!

O crescimento, a todos os níveis, que os THE AGONIST sofreram desde o lançamento de «Once Only Imagined» está bem patente no seu segundo álbum de originais, um passo de gigante em relação ao que tinham mostrado no disco de estreia. «Lullabies For The Dormant Mind» é uma mistura de diversos estilos e estados de espírito, reflexo de uma banda mais madura e que mostra já saber exactamente como atingir os seus objectivos. Para isso contribuiu muito o produtor Christian Donaldson (nome ligado aos Cryptosy) e uma série de convidados, entre os quais se destacam Jonathan Lefrancois-Leduc (dos Blackguard) nas orquestrações e diversos músicos com formação clássica. Seguindo de perto o surrealista conceito visual, misto de beleza obscura e retorcida, criado para o lançamento, o grupo mantém inalteradas as suas veias sinfónica e gótica, aplicando-as ao death metal melódico, ao metalcore mais pesadão, passando até pelo black metal mais atmosférico e épico. O resultado soa como uns Arch Enemy mais obscuros e pesados, com a Amy Lee como vocalista. De personalidade própria bem vincada, apesar de uma fugaz participação da versão canadiana do “Ídolos”, Alissa White-Gluz comanda as tropas com uma voz que faria corar muitos dos seus pares masculinos e afirma um grupo em escalada para o topo do female fronted metal.

Motim - Lançamento do primeiro álbum

domingo, 26 de setembro de 2010

Dark Moor - Novo álbum "Ancestral Romance"

No passado dia 17, foram revelados o título, a capa e o track-list do novo trabalho de estúdio dos espanhóis DARK-MOOR.
O disco chama-se "Ancestral Romance" e conta com a participação da soprano Musa Berenice, e vai ser lançado em Novembro. A arte da capa ficou a cargo de Samuel Araya que já trabalhou com Cradle Of Filth, ELVENKING, etc.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

IX BLINDAGEM METAL FEST


Depois de realizado o VIII Blindagem Metal Fest, na A.C.D. "Os Ílhavos", em Ílhavo, no passado dia 29 de Maio, com Pitch Black, The Ransack, Demon Dagger, Hacksaw, Estado de Sítio e Unblessed Ark, o Blindagem reorganizou-se e outro evento deste género já está a ser programado.

Devido ao sucesso do último Blindagem Metal Fest, tanto em relação ao público como à prestação das bandas, a equipa do Blindagem conta mais uma vez com o forte apoio da associação "Os Ílhavos" para realizar o IX Blindagem Metal Fest, a 2 de Outubro, pelas 22h.

KHUDA no Music Box dia 08 Outubro

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Live Report - FESTIVAL GERAÇÕES II

A Vila de Pernes acolheu, no passado Sábado dia 18, mais um bom evento, desta vez o “Festival Gerações II”, organizado pela Rock da Velha Produções, nossa parceira. Foi a primeira vez que me desloquei a esta simpática Vila, agradeço desde já a forma, humilde e familiar, como fui recebido por César Fernandes que é o representante máximo da Rock da Velha Produções e pelas senhoras da loja “Kapital do Gótico” dona Graça Cordeiro, Carina Oliveira e Filipa Oliveira, espaço com quem também temos parceria, quero agradecer ao Luís Santos pelas fotos que, gentilmente, me forneceu para esta report. O evento realizou-se, mais propriamente, na Associação Musica Velha, espaço com excelente palco e muito boas condições.


Os My Deception inauguraram a noite, os lisboetas presentearam-nos com um bom momento de gothic-rock/metal, com letras enterradas no obscuro da melancolia e com um travo a romantismo, complementaram bem a parte instrumental com grande ambiência bem ao estilo finlandês, uma grande abertura de concerto, sem dúvida.



Também lisboetas, os Réplica foi quem entrou a seguir, banda que cultiva um metal de linhas progressivas e tecnicamente complexo, foi essa a projecção lançada em palco.


Um colectivo que dificilmente se encontra desequilíbrios, isto é, coesos como um rochedo, desde as vozes de Cláudia e Tiago Simão até aos restantes membros. Uma actuação exemplar repleta de rigor e perfeccionismo. Só falta mesmo o tão aguardado álbum, esperemos que seja em breve.


Por fim chegaram os Cryptor Morbious Family que “investiram” mais no factor espectáculo, começando logo pela abertura da sua actuação em que o vocalista Tokinha entra em cena fora de palco e junto ao público, com dois archotes acesos que os usa como baquetas num bidão incendiado, acompanhando assim a entrada poderosa da bateria.


Em toda a actuação da banda, foi o seu metal-industrial cheio de energia que tornou o público um pouco mais activo que nas actuações anteriores. Pode se dizer que concluíram a sua actuação de uma forma imprevisível com a súbita atitude de Tokinha ao atirar-se para cima da bateria, algo que deixou todo o público sem reacção.

HEAVENWOOD – Título do novo album revelado


O 4º longa-duração de originais dos Portuenses HEAVENWOOD vai-se intitular de “Abyss Masterpiece“.

Acerca do título do novo trabalho dos HEAVENWOOD, o guitarrista Ricardo Dias declarou:
“Abyss Masterpiece“ simboliza na perfeição todos os sentimentos que fluem de cada um dos temas inseridos neste álbum. Um álbum obscuro, profundo, melancólico, e acima de tudo muito intenso em termos sonoros no qual cada uma das suas músicas tem uma alma própria capaz de tocar no intimo dos seus ouvintes. Podemos considerar “Abyss Masterpiece“ mais um passo em frente na carreira dos HEAVENWOOD.
Um dos responsáveis nesta nova dinâmica e intensidade dada ao som da banda foi sem dúvida o orquestrador sinfónico Russo, Dominic Joutsen, responsável, obviamente por todas as fantásticas orquestrações que ilustram e servem de pano de fundo a todas as malhas de “Abyss Masterpiece“.


As sessões de gravação de “Abyss Masterpiece“ tiveram lugar entre os meses de Agosto e Setembro deste ano nos Ultrasound Studios em Braga, Portugal, sob a orientação de Daniel Cardoso, Pedro Mendes e Ricardo Dias (HEAVENWOOD).
A fase de misturas e consequente masterização deste novo álbum ocorrerão brevemente na Alemanha com um produtor a ser revelado brevemente.
Igualmente a ser revelada brevemente será a data de lançamento deste registo como também o nome da nova editora da banda. 12 temas serão incluídos neste álbum e será incluído no mesmo algum material extra.

“Abyss Masterpiece“ será composto pelos seguintes temas:
‘ The Arcadia Order ‘, ‘ Fading Sun ‘, ‘ Sudden Scars ‘, ‘ Leonor ‘, ‘ Poem For Mathilde ‘, ‘ Her Lament ‘, ‘ September Blood ‘, ‘ Morning Glory ‘, ‘ Goddess Presiding Over Solitude ‘, ‘ Like Yesterday ‘, ‘ Burden ‘ and ‘ Winter Slave ‘.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

The Big 4: Super caixa com 2 DVDs, 5 CDs e não só


Já está disponível em pré-venda o registro de um dos concertos da tour "The Big 4" que reuniu Metallica, Slayer, Megadeth e Anthrax este ano.

A caixa “The Big Four” conta com os seguintes itens:
* 2 DVDs que contem os concertos de todas as bandas, cenas de bastidores e entrevistas
* 5 CDs com todas as músicas
* Encarte de 24 páginas
* Poster
* Fotos
* Palheta

Os registros dessa caixa foram gravados em 22 de Junho de 2010, quando a gigantesca tour passou por Sofia, Bulgária.

Metalium - Fim anunciado


Os alemães METALIUM anunciaram que em 2011 encerrarão as actividades, aqui fica o comunicado da banda:

"'Hora de dizer adeus': Todos os músicos estão envolvidos em muitos outros projetos, e após quase 13 anos com nove CDs e dois DVDs a saga chegará ao fim em 2011. Os membros da banda compartilham uma profunda amizade e queremos agradecer à nossa antiga editora, a Massacre Records, e todos os fãs por todo o mundo, que mantiveram essa chama acesa desde o inicio da banda em 1998.

Nós vamos fazer alguns concertos de despedida e será gravado para um CD ao vivo, que ainda conterá 4 ou 5 músicas inéditas de estúdio, que será gravado no final de 2010. Pra completar este álbum constarão também algums fotos raras e novas imagens. A primeira parte desta tour de despedida vai começar em Espanha. Henning, Matthias, Tolo, Michael e Lars estão ansiosos para ter uma festa de Metal pela última vez!"

Theatres Des Vampires - Novo álbum em Janeiro


A banda italiana THEATRES DES VAMPIRES lançará seu novo trabalho, "Moonlight Waltz", a 14 de Janeiro de 2011 via Aural Music. O CD foi gravado nos estúdios Temple of Noise , em Roma, Itália, com o produtor Christian Ice.

O álbum terá disponível uma edição de luxo limitada, incluindo um bónus especial com DVD que irá conter vídeos exclusivos, cenas de bastidores do making of do álbum, e entrevistas, entre outros.

Metallica - Novo EP “Six Feet Down Under”


O site oficial dos Metallica foi actualizado com a seguinte informação, a respeito do lançamento de um novo EP da banda:

"Nós estamos animados com o nosso regresso à Austrália e Nova Zelândia. Foram seis longos anos desde nossa última visita e estamos prontos para partir tudo! As boas pessoas da Universal Music estavam tão excitadas que eles sugeriram na verdade que lançassemos algo especial para comemorar esta última parte da tour World Magnetic, então... tcharam... Nós apresentamos o EP em edição limitada "Six Feet Down Under"! Disponível em breve nas lojas da Oceania e bem aqui na loja Metallica.com (http://store.metallica.com/).

Sejam gentis conosco... Algumas dessas músicas são, bem, digamos "cruas", o que pode ser um mal compreendido!! Elas, no entanto, capturam os momentos ao vivo e, esperamos, vocês curtirão ouvir tanto quanto curtimos tocando nessas noites."


Musicas:
1. Eye of the Beholder - Gravado ao vivo em 4 de Maio de 1989 no Festival Hall em Melbourne
2. ...And Justice For All - Gravado ao vivo em 4 de Maio de 1989 no Festival Hall em Melbourne
3. Through the Never - Gravado ao vivo em 8 de Abril de 1993 no Entertainment Centre em Perth
4. The Unforgiven - Gravado ao vivo em 4 de Abril de 1993 no National Tennis Centre em Melbourne
5. Low Man's Lyric (Acoustic) - Gravado ao vivo em 11 de Abril de 1998 no Entertainment Centre em Perth
6. Devil's Dance - Gravado ao vivo em 12 de Abril de 1998 no Entertainment Centre em Perth
7. Frantic - Gravado ao vivo em 21 de Janeiro de 2004 no Entertainment Centre em Sydney
8. Fight Fire With Fire - Gravado ao vivo em 19 de Janeiro de 2004 no Entertainment Centre em Brisbane

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Katatonia // 26 de Novembro - Incrível Almadense e 27 de Novembro - Hard Club


26 de Novembro - Incrível Almadense
27 de Novembro - Hard Club

Abertura de Portas - 20h00
Inicio do Espectáculo - 21H00

Os KATATONIA cresceram imenso desde que mostraram o seu black/doom de contornos góticos ao underground, transformando-se numa das propostas mais fascinantes e únicas surgidas do boom underground do início da década de 90. Evoluíram para tão longe das suas raízes e o que fazem é tão próprio que, actualmente, só há mesmo uma palavra para descrever o que fazem – KATATONIA. Fala-se neles e vêm de imediato à cabeça aqueles leads melancólicos, carregados de camadas de delay, a herança shoegaze; a parede de guitarras distorcidas, a secção rítmica incrivelmente coesa, quase maquinal; a voz embargada de Jonas Renkse e os enormes refrões, revelando uma sensibilidade melódica irresistível. É precisamente essa a imagem sonora que vão pintar, em tons mentais de cinzento, numa data-dupla em salas fechadas que sucede à actuação no Vagos Open Air do ano passado. A 26 de Novembro da Incrível Almadense e, a 27 de Novembro, no novíssimo Hard Club.

Coisa cada vez mais rara no mundo da música pesada, os suecos KATATONIA parecem ter uma capacidade inata para escrever grandes canções – no verdadeiro sentido da palavra. «Teargas», «Criminals», «Ghost Of The Sun», «I Am Nothing», «Deadhouse», «Evidence», «I Break», «For My Demons», «Sweet Nurse» – a lista de temas, daqueles que se colam ao córtex cerebral para nunca mais o voltarem a largar, emoções à flor da pele e melancolia latente em todo o seu esplendor, não é difícil de fazer a partir do fundo de catálogo do colectivo sueco. «Night Is The New Day», um dos dez melhores discos de 2009 para a revista LOUD!, não é excepção à regra e mostrou ao mundo uma banda ainda mais entregue à melancolia urbana que tem dominado grande parte da sua já longa carreira. Uma proposta mais expansiva, mais agressiva e, simultaneamente, progressiva, sem que a sua identidade saia beliscada.

Six Feet Under + Master // 30 de Outubro - Cine Teatro Corroios


Chris Barnes é sinónimo de death metal, uma figura incontornável num universo em que, feitas as contas, não há tantos ícones como isso. Famoso pelas letras controversas e explícitas, Barnes tornou-se famoso como frontman dos Cannibal Corpse e, durante os últimos 17 anos, tem liderado os seus SIX FEET UNDER com uma convicção inabalável. Reunindo músicos que passaram por grupos tão respeitados e influentes como Death e Massacre, o quarteto oriundo da Florida mantém uma sólida carreira ao serviço do death metal carregado de groove bem pesadão. Pouco dados a digressões extensas na Europa, estreiam-se por fim num palco nacional, o do Cine-Teatro de Corroios, no próximo dia 30 de Outubro.

Outra figura incontornável no universo da música mais extrema, neste caso injustamente ignorada ao longo dos quase trinta anos que dedicou ao underground thrash/death metal, é Paul Speckmann. Primeiro com os Death Strike e Abomination, durante o início dos anos 80, foi figura de proa no boom thrash que florescia do outro lado do Atlântico e, com a sua banda de sempre, os MASTER, ajudou a criar as regras para toda uma nova tendência e inspirou uma vastíssima legião de adolescentes apostados em fazer a música mais brutal possível. «Master» e «On The Seventh Day God Created... Master», os primeiros álbuns da banda, são lançamentos essenciais para quem gosta de brutalidade simples e fiel ao que de mais arcaico há da música extrema. Numa carreira com tantos altos como baixos, o grupo parece estar finalmente de volta à forma de outros tempos com «The Human Machine». É precisamente este inspirado regresso às edições que vai trazer uns MASTER revigorados a Portugal – mais uma estreia, depois de anos de espera.

domingo, 19 de setembro de 2010

Alice Cooper // 29 de Novembro - Campo Pequeno


Bem-vindos à Theatre of Death Tour... E ao vosso mais recente pesadelo, cortesia do incontornável ALICE COOPER! Agarrem-se às cadeiras, ou ao vizinho do lado se estiverem em pé na plateia do Campo Pequeno, e prepararem-se para ficar boquiabertos com uma actuação de puro entretenimento sem igual, ou rival, no universo do rock'n'roll. “É Alice do início ao fim, mas desta vez a fórmula está ao contrário e de pernas para o ar. É, bem vistas as coisas, uma celebração de todas as diferentes fases do Alice”, explicou o músico norte-americano, à revista Billboard, mesmo antes de iniciar a fase mais recente de uma digressão que anda pelo mundo há mais um ano e que vai, finalmente, trazer de volta a Portugal uma das figuras mais lendárias de sempre da história do rock.

É impossível não nos sentirmos atraídos pela loucura de ALICE COOPER – o carisma do lendário frontman, aliado à química que mantém com os músicos que o acompanham na estrada, promete levar o público ao rubro com clássicos como «School's Out», «No More Mr. Nice Guy», «I'm Eighteen», «Poison», «Only Women Bleed», «Under My Wheels», «Elected», «Billion Dollar Babies», «Feed My Frankenstein» e muitos outros pontos altos de uma carreira que já atingiu a marca das cinco décadas – 50 anos, durante as quais gravou 25 álbuns de estúdio, seis dos quais atingiram a marca respeitável de platina por cópias vendidas nos Estados Unidos.

Para esta digressão, o camaleónico entertainer norte-americano não promete apenas um alinhamento de luxo e uma banda intocável, garantindo também – como não poderia deixar de ser! – uma produção bem extravagante e chocante em termos visuais. Não vai haver avanços há muito aguardada sequela de «Welcome To My Nightmare», ainda em fase de preparação, mas não vão faltar outras razões de interesse nesta segunda actuação em solo nacional. Com roupeiro da autoria de Piggy D, baixista de Rob Zombie, cada uma das actuações da Theatre of Death Tour é uma sucessão de momentos arrepiantes uns atrás dos outros. Só ALICE COOPER, o protagonista principal, é “morto” quatro vezes ao longo do espectáculo – ressuscitando sempre, uma e outra vez, como se de uma fénix se tratasse. Preparem-se, portanto, para assistir – ao vivo e a cores – a decapitações, enforcamentos, empalamentos e outras formas, todas “fatais” e algumas bem inovadoras, de criar o ambiente necessário para uma performance que tanto pretende assustar como encantar. Tudo em nome do entretenimento e em prol de uma noite bem divertida.

Uganga mais uma data na tour em Portugal

IRON MAIDEN SANCTUARY FANZINE # 38


Esta é a mais recente e final aventura: A Iron Maiden Sanctuary Fanzine, é-vos apresentada numa Impressão Profissional Digital em papel couché brilhante de 135 gramas, nas habituais 40 páginas e agora com capa a cores. Mais um fantástico passo em frente nesta essencial e histórica fanzine portuguesa. A única fanzine no mundo em tamanho A4 dedicada aos Maiden!

Iron Maiden Sanctuary Fanzine existe desde 1997, totalmente escrita em português mas com uma larga aceitação em toda a Europa, devido ao facto de ser totalmente dedicada aos Iron Maiden e tudo o que esteja relacionado à banda, como antigos elementos, projectos paralelos e tudo o que possam imaginar relacionado com Iron Maiden, irão encontrar aqui!

A Fanzine inclui diversas reportagens, entrevistas, notícias, fabulosas fotografias e muitos outros temas que irão agradar cada fã maideníaco!! Agora, mais do que nunca, irão ficar deliciados por colocar as mãos nestas 40 páginas de loucura Maiden.

Esta é a edição nº 38, de Setembro de 2010, contendo todas as últimas notícias e novidades: Cobertura especial à edição do mais recente álbum “The Final Frontier”, entrevista com a banda, as notícias mais quentes e recentes sobre a banda, reportagem do último concerto em 2010 da “The Final Frontier Tour” e por último, mas não menos importante, a continuação da extensa reportagem sobre os concertos de Iron Maiden em Portugal, incidindo agora em 1990 com imagens raras e nunca antes vistas da banda!

De que esperas? Apoia este projecto e entra no mundo dos Maiden em português!

Anathema // 2 de Novembro - Teatro Tivoli e 3 de Novembro - Hard Club


2 de Novembro - Teatro Tivoli
3 de Novembro - Hard Club

Abertura de Portas - 20h00
Inicio do Espectáculo - 21H00

Como é que uma banda consegue sobreviver à expectativa acumulada durante sete anos de silêncio discográfico e sair, ao fundo do túnel, intocada e, sobretudo, revigorada? Não há por aí muitos músicos que possam responder a esta pergunta, mas os ANATHEMA são um daqueles casos, cada vez mais raros, de artistas que fazem aquilo que fazem porque sentem, lá dentro, uma vontade imensa de o fazer. Precisam de fazê-lo e fazem-no com uma dose de paixão que se torna irresistível, misto de teimosia e vontade de criar apenas pelo prazer que a criação dá. Arredada do estúdio, mas não dos palcos, durante sete anos, o grupo de Liverpool protagonizou o regresso mais bem conseguido da primeira metade de 2010 e, a 2 e 3 de Novembro, vai mostrar pela primeira vez a novidade «We're Here Because We're Here» em solo nacional. Uma força renovada e uma relação muito especial com o público português fazem prever actuações memoráveis em Lisboa, no Teatro Tivoli, e no Porto, no Hard Club.

“A espera foi penosa, mas valeu a pena!” – deve ter sido este o pensamento que passou pela cabeça de muitos fãs dos ANATHEMA quando ouviram pela primeira vez um disco que dificilmente poderia igualar as expectativas. Os irmãos Cavanagh e companhia fizeram-no, mais uma vez. Com a ajuda de Steven Wilson, dos Porcupine Tree, o sexteto incorporou uma vertente um pouco mais progressiva e, apoiando-se no que de melhor foi fazendo ao longo de uma busca incessante pela sua expressão própria, deu mais um confiante passo em frente. Em 2010, os ANATHEMA já não se coíbem de deixar de lado a sua vertente mais atmosférica para se expressarem de forma mais dissonante, mas não menos emotiva, e «We’re Here Because We’re Here» afirma-se como a realização de tudo aquilo que começaram a almejar com o lançamento de «Eternity». São todos os elementos que caracterizaram o grupo ao longo dos anos, mas expandidos e servidos de uma forma ainda mais progressiva e dinâmica. São as atmosferas Pink Floydescas, os ambientes que os aproximam dos Radiohead, a melancolia tipicamente british e aquele intimismo quasi shoegaze que lhes fica tão bem.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Endamage - Novo canal no YouTube


Os Endamage acabam de estrear o seu canal no YouTube em: http://www.youtube.com/endamageband

A banda já disponibilizou 2 Vídeos da actuação no Vila Metal Fest 2010 !

Entretanto, o quinteto prepara-se para entrar nos UltrasoundStudios onde vão gravar o seu novo tema que contará finalmente com a participação do novo Vocalista, Snake (ex-Insanus).
Em breve serão anunciadas mais datas e entre elas, uma pequena surpresa portanto, fiquem atentos ao que aí vem!

A par disto, os Endamage estão a trabalhar no seu álbum de estreia que será lançado no próximo ano de 2011

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

NOVA PARCERIA - Sins Of Fashion


A Sins Of Fashion, é mais uma loja de maquilhagem e moda underground dirigida por Diana Cardoso, que aceitou parceria com a Pedra de Metal.
Um espaço que, por enquanto, é só online e que começou a sua actividade recentemente, mas com a grande ambição de rechear o seu catalogo com diversos artigos, por isso estejam atentos às novidades que virão a caminho.

Visitem em:

http://www.myspace.com/549500868

http://www.facebook.com/?ref=logo#!/profile.php?id=100001540222721

E poderão encomendar através do email:

sinsoffashion@gmail.com

terça-feira, 14 de setembro de 2010

PASSATEMPO ESPECIAL BANDAS

De forma a celebrar a parceria do nosso espaço com o Pandemonium Studio, as duas entidades vão dar oportunidade a 2 bandas de poderem passar 1 dia em estúdio a gravar um tema exclusivo.

Para isso, as bandas terão de se candidatar através dos mails pedrademetal@gmail.com e studio.pandemonium@gmail.com enviando a biografia da banda juntamente com uma música de forma a serem avaliados.

Condições:
- Serão aceites bandas com ou sem álbum/ep.
- No caso de o terem não devem ter sido editados por qualquer editora.

As candidaturas serão aceites até dia 10 de Outubro.


Concilium 13 Tour

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Dream Theater - Mike Portnoy abandona a banda


Não há palavras para descrever esta situação, o melhor mesmo será ler o comunicado deixado pelo próprio Mike:

"Estou prestes a escrever algo que nunca imaginei que fosse escrever:

Após 25 anos, decidi deixar os Dream Theater (banda que fundei, liderei e amei verdadeiramente por um quarto de século).

Para várias pessoas isto será um choque completo e também provavelmente será incompreendido por alguns, mas por favor acreditem que não é uma decisão impensada. É algo com o que vinha a lutar mais ou menos desde o ano passado.

Após ter experiências tão incríveis tocando com o Hail, Transatlantic e Avenged Sevenfold neste último ano, concluí tristemente que me divirto mais e me relaciono melhor com esses projectos do que tenho com os Dream Theater há algum tempo.

Por favor não me interpretem mal, amo os DT de verdade e temos uma longa história de amizade que nos une profundamente. É que realmente acho que precisamos de uma pausa.

Os Dream Theater sempre foi meu bebe e eu tomei conta desse bebe cada dia e momento da minha vida desde 1985 - 24 horas por dia, 365 dias por ano. Estar de férias com o DT não significa não ter responsabilidades (mesmo quando estávamos "parados")... sempre estive a trabalhar e muito além do que a maioria das pessoas sãs fariam por uma banda.

Mas cheguei a conclusão de que a máquina DT estava a começar a me desgastar e realmente precisava de uma pausa da banda com o intuito de salvar meu relacionamento com os outros membros e manter meu espírito do DT alimentado e inspirado.

Nós temos estado num ciclo de escrever/gravar/fazer tours por quase 20 anos agora (em que eu tomei conta de CADA aspecto sem uma folga) e enquanto alguns meses têm sido muito necessários, eu honestamente esperava que o grupo pudesse simplesmente concordar comigo tendo uma espécie de "hiato" para recarregarmos nossas baterias e "salvar-me de nós mesmos".

Infelizmente, discutindo isto com eles, eles determinaram que não compartilham dos meus sentimentos e decidiram continuar sem mim ao invés de dar um descanso. Eu até mesmo me ofereci para fazer alguns trabalhos ocasionais ao longo de 2011 (contra meus desejos iniciais), mas não era para ser...

Enquanto dói sinceramente para mim só de pensar em uns Dream Theater sem Mike Portnoy (infernos, meu pai nomeou a banda!!), eu não quero ficar no caminho deles, então optei por me sacrificar e simplesmente deixar a banda para não segurá-los contra seus desejos...

Curiosamente, acabei de ler uma entrevista que dei recentemente em que me perguntaram sobre o futuro dos DT e falei sobre "sempre seguir seu coração e ser fiel a si mesmo". Infelizmente, preciso dizer que neste momento em específico, meu coração não está com os Dream Theater... e eu simplesmente iria ignorar minhas emoções e NÃO seria fiel a mim mesmo se continuasse motivado por obrigação sem tirar as férias que eu senti que necessitava.

Desejo aos "caras" o melhor e espero que a música e o legado que criamos juntos seja curtido por fãs nas próximas décadas. Estou orgulhoso de cada álbum que fizemos, cada música que escrevemos e cada show que tocamos.

Sinto muito aos fãs dos DT desapontados pelo mundo... eu realmente tentei salvar a situação e fazer funcionar. Eu realmente só queria uma pausa (não uma separação), mas felicidade não pode ser forçada e precisa vir de dentro.

Vocês, fãs dos DT, são os maiores fãs do mundo e, como vocês todos sabem, sempre trabalhei duro por vocês e espero que continuem comigo na minha futura jornada musical, não importa aonde isso possa me levar - e como todos vocês conhecem minha ética de trabalho, com certeza não haverá escassez de projectos futuros do MP!

Infelizmente,

O destemido ex-líder e baterista,

Mike Portnoy"

Nergal sofre de Leucemia em estado avançado


Foi confirmado clinicamente que Nergal, vocalista dos BEHEMOTH tem leucemia. De acordo com o que foi divulgado, o estado da doença já é avançado, sendo que o tratamento por quimioterapia já não surtiria efeito.

A única cura será um transplante de medula óssea. A noiva de Nergal, Doda, já fez a doação da sua medula, entretanto ainda não se sabe se é compatível.

Yngwie Malmsteen - Novo álbum "Relentless"


O guitarrista sueco Yngwie Malmsteen está trabalhar num novo album de estúdio e já divulgou o título e a data prevista para o álbum chegar às lojas.

O álbum foi batizado como "Relentless" e o lançamento está agendado para 10 de Novembro, via Universal Music. Esta é a data para o CD chegar às lojas do Japão. Ainda não foram divulgadas as previsões de lançamento noutros países.

domingo, 12 de setembro de 2010

HEAVENWOOD ao vivo com MOONSPELL na inauguração do HARD CLUB do Porto


HARD CLUB (www.hard-club.com), um dos mais importantes rock clubs Portugueses está de regresso e pronto a receber as melhores bandas de rock e metal do mundo bem no coração da cidade do Porto.
Setembro é o mês do regresso oficial do HARD CLUB e a banda HEAVENWOOD junta-se ao MOONSPELL para uma grandiosa e muito especial noite de celebração neste local já no próximo dia 19 de Setembro pelas 21:00 horas, naquela que ficará assinalada como a noite que junta em palco os maiores monstros do metal nacional.

Entretanto o HEAVENWOOD encontram-se em fase de arranjos finais do seu ainda não intitulado 4º álbum, o sucessor do muito aclamado "Redemption" de 2008, o qual teve como convidados algumas das figuras mais mediáticas da cena metal internacional como é o caso de Jeff Waters do ANNIHILATOR e Gus G (FIREWIND e OZZY OSBOURNE). Terminando em breve as sessões de gravação, a banda voará até à Alemanha para mixar e masterizar este trabalho com um produtor de renome internacional cujo nome será revelado oportunamente.
Serão 12 músicas incluídas no álbum e existem planos para a inclusão ainda de algum material bônus.

O track list para o novo trabalho é:
- The Arcadia Order
- Fading Sun
- Like Yesterday
- Winter Slave
- September Blood
- Sudden Scars
- A Poem For Mathilde
- Leonor
- Burden
- Goddess Presiding Over Solitude
- Morning Glory Clouds
- Her Lament

Mais detalhes em www.myspace.com/heavenwood

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Let The Rage Explode



MYOproductions apresenta:

LET THE RAGE EXPLODE com Motim, Processing Cut Mode, Unbridled, Drop D e Inbred (Espanha)! Os grandes Inbred estão de volta a Portugal, logo, aqui está uma boa oportunidade para os rever...

Será ainda uma grande oportunidade para matar saudades dos grandes amigos Unbridled e 'dançar o metal' ao som dos grandes Drop D, que certamente deixaram de ser os ilustres desconhecidos em Aveiro e farão grande festa.

Muito mosh, cerveja e musica de peso para todos! A entrada é gratuíta e os concertos têm início pelas 14:30 horas do dia 19 de Setembro de 2010, no Terminal Bar da Gafanha da Encarnação - Aveiro.

Mais uma matinée que promete...

CRYPTOR MORBIOUS FAMILY - COLLECTIVE SYNDROME ep

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

ENTREVISTA - Lux Ferre


Quatro anos depois do lançamento do álbum de estreia, os Lux Ferre voltaram a surpreender-nos em 2009 com “Atrae Materiae Monumentum”, numa qualidade ainda superior e com a novidade de algumas das musicas serem em português. Um trabalho muito interessante, nascido da mente profunda do vocalista Devasth com quem falamos à cerca desta grande banda.

Pedra De Metal – Apesar de não se ouvir falar muito de vocês ultimamente, Lux Ferre continua a ser um nome com reconhecimento?
Devasth Sinceramente não sei. Penso que a maior parte das pessoas que estão dentro do panorama do Black Metal português conhece o nome Lux Ferre. Está certo que estivemos quatro anos sem fazer qualquer lançamento e praticamente três sem dar concertos mas não foi por isso que caímos no esquecimento. As notícias do novo álbum foram muito bem recebidas demonstrando que muita gente se lembra de nós.

PDM – A digressão que fizeram com os Cirith Gorgor por vários países da Europa favoreceu na vossa projecção? Qual a reacção dos diferentes públicos?
Devasth – Sim favoreceu bastante. Não tínhamos a noção de que o nosso nome estava tão bem espalhado, principalmente na Alemanha e na Austria. As reacções do público na Europa é, de um modo geral, bastante diferente do que aquilo que se passa em Portugal. Aqui já tivemos concertos em que o público reage de uma forma mais “movimentada”. Na Europa o público normalmente limita-se a ficar atento, quieto e de braços cruzados… ocasionalmente um heabanging mais frenético.

PDM – Na altura em que “Antichristian War Propaganda” foi lançado, os Lux Ferre apresentavam-se com uma formação de estúdio e outra para actuações ao vivo, hoje trabalham da mesma forma?
Devasth – Sempre trabalhámos assim. No inicio era só eu o único membro comum em ambas as formações mas agora as coisas estão bem mais assentes. A formação está definitiva e posso dizer que actualmente a formação ao vivo é a mesma que vai ser para o próximo álbum.

PDM – Em “Atrae Materiae Monumentum”, o vosso mais recente trabalho lançado o ano passado, possui um alinhamento de musicas em que a maioria delas são cantadas em português. Que razão vos levou a faze-lo?
Devasth – Algumas letras foram escritas originalmente em inglês mas mais tarde eu percebi que se estivessem em português ganhavam mais impacto e significado. Assim que eu comecei a perceber isso, comecei a escrever em português logo de inicio. Sinceramente as coisas surgiram de uma forma natural como deve sempre ser e o que dantes era mais complicado para mim, agora é quase obrigatório, portanto, é bastante provável que o próximo álbum tenha todas as letras em português.

PDM – O que exploraram de diferente para a realização deste segundo álbum?
Devasth – Tecnicamente melhorámos bastante a produção o que nos levou a adoptar diferentes formas de gravação, usámos um melhor hardware e software e tivemos maior controlo e margem de manobra sobre o produto final. Tematicamente também fizemos uma aproximação diferente em comparação aos lançamentos anteriores. Decidimos abordar temas mais pessoais e difíceis de exprimir, sentimentos muito obscuros que causam desconforto. A maldade continua lá, a dor já não é projectada, é auto-infligida. O “Luciferianismo” está orgulhosamente presente, não na sua forma mais iluminada, mas sim na sua forma mais “contida”, podemos dizer que está à espera de explodir, como acontece na faixa Pira.

PDM – Estes dois álbuns tiveram a assinatura da Ketzer Records, vão continuar a trabalhar com eles?
Devasth – Sim, tudo aponta para isso.

PDM – Sei que vocês têm outros projectos em paralelo com Lux Ferre, como está a decorrer o progresso deles?
Devasth –
Em Penitência estamos a finalizar a composição das faixas para o próximo lançamento. Ars Diavoli, projecto do Vilkacis lançou agora o álbum “Clausura” pela Bubonic… e sinceramente o resto não sei!

PDM – Resta agora pedir uma mensagem dos Lux Ferre aos nossos leitores.
Devasth – Oiçam o mais recente álbum “Atrae Materiae Monumentum”, é uma verdadeira viagem pelo lado negro da mente humana da qual não se vão esquecer. Apareçam nos nossos próximos concertos: dia 2 de Outubro em Guimarães no Vimaranes Metallum Fest IV e dia 16 de Outubro em Benavente no Side B Bar. Para mais informações visitem www.luxferre.info ou www.myspace.com/officialluxferre .
A dor não acaba!

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Obituary - 2 discos relançados em Vinil


Dois discos dos Obituary vão ser relançados em vinil pela Roadrunner Records.

“Cause Of Death” foi lançado originalmente em 1990 e é considerado um marco na história do death metal mundial. Um facto curioso sobre esse disco é que a capa dela era pra ser utilizada no disco “Arise”, dos Sepultura, que acabou a utilizar outra ilustração do mesmo artista para seu disco.

O outro disco é “World Demise”, de 1994, o quarto disco de estúdio da banda que recebeu críticas mistas de fãs e críticos.

FANTASY OPUS PROCURAM NOVO VOCALISTA


Os FANTASY OPUS Procuram um novo Vocalista para continuar o assalto ao mundo.
Para além da óbvia qualidade vocal necessária e de perceber a estética musical da banda, alguns atributos importantes e que a banda valoriza são:

- Experiência de gravação em estúdio
- Experiência de palco
- Muita ambição a nível nacional & internacional
- Boa dicção e pronúncia do Inglês
- Ter tido Formação clássica ou ter tido aulas particulares de voz
- Conhecimentos teóricos extra, nomeadamente de harmonia barroca

Disponibilidade para trabalhar “no duro” e seriamente em prol da banda. (Obrigatório)

Cada caso será um caso e a banda avaliará toda a gente como um caso único.

Como tal, Os FANTASY OPUS têm larga preferência por um vocalista masculino, mas estão abertos a uma vocalista feminina que tenha uma imagem, presença, e capacidades vocais de excepção.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Immortal - Divulgado video de "All Shall Fall"

Os noruegueses IMMORTAL, após lançarem o DVD "The Seventh Date of Blashyrkh", divulgaram um video feito para a música título de seu mais recente trabalho de estúdio, "All Shall Fall".

Dimmu Borgir - Video da gravação da parte orquestral

Aqui fica o vídeo de "Gateways", dos Dimmu Borgir, em versão de orquestra por conta da KORK, da Noruega.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Gama Bomb em Portugal


Fonzie - Novo álbum "Caminho"


"CAMINHO" é o 5º álbum de originais dos portugueses FONZIE e inclui:
- os singles "A tua imagem", "Caminho" e "A grande queda"
- 12 músicas totalmente em português
- vários autocolantes grátis no interior

Mais informações em:
www.myspace.com/fonzie
http://www.fonzietime.com/
www.facebook.com/fonzietime

domingo, 5 de setembro de 2010

PhaZer - Novo álbum "Kismet"


A banda PhaZer edita agora o seu já há muito aguardado primeiro álbum, longa duração de nome “Kismet”, sucessor digno do aclamado EP “Revelations”, que é lançado em parceria conjunta das editoras Raging Planet e Raising Legends e, que está já disponível nas lojas.

Seguindo a expectativa criada com a reacção ao anterior EP Revelations, que foi considerado pelos varios quadrantes da imprensa portuguesa como disco/banda revelação Rock, e tendo reunido igualmente um consenso generalizado de excelentes críticas da imprensa internacional do género, faz com que “Kismet”, seja aguardado com uma enorme expectativa, por todos os fans da banda, considerando também a extensa tournée realizada, que percorreu Portugal durante dois anos, com o nome “Revelations Tour”.

“Kismet” é lançado em formato CD com 11 novas músicas e apresenta uns PhaZer mais maduros musicalmente, com ambiências músicais surpreendentes na sua abrangência de géneros musicais explorados, face ao anterior trabalho, culminando num forte e sólido album de rock, desprovido de quaisquer imposições de preconceitos estéticos limitadores ao género musical onde estes se inserem, sendo o alinhamento do disco:
- Wake Me
- War Of Shouts
- Serious Killer
- #
- Kismet
- The Unknown
- Rebel
- Black Suit Zombie
- Stay For Them
- Fear Itself
- And Then It All Began

O disco foi gravado, misturado e masterizado nos Urban Insect Studios (The Pentagon) com a produção a cargo de Fernando Matias (créditos em trabalhos de Moonspell, F.E.V.E.R., Bizarra Locomotiva, Linda Martini e Gwydion) e inclui a participação especial de Patrícia Andrade (Corista de Moonspell/The Vanity Sessions) nos coros de “Serious Killer” e Ruben “El Pavoni” na Harmónica em “Fear Itself”.
Está já disponível no website e myspace da banda www.gophazer.com / www.myspace.com/gophazer, a edição promocional do novo álbum com quatro músicas disponíveis em streaming, estando o single “Serious Killer” disponível para download gratuito.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

IX Blindagem Metal Fest


Depois de realizado o VIII Blindagem Metal Fest, na A.C.D. "Os
Ílhavos", em Ílhavo, no passado dia 29 de Maio, com Pitch Black, The
Ransack, Demon Dagger, Hacksaw, Estado de Sítio e Unblessed Ark, o
Blindagem reorganizou-se e outro evento deste género já está a ser
programado.

Devido ao sucesso do último Blindagem Metal Fest, tanto em relação ao
público como à prestação das bandas, a equipa do Blindagem conta mais
uma vez com o forte apoio da associação "Os Ílhavos" para realizar o
IX Blindagem Metal Fest, a 2 de Outubro, pelas 22h.

O IX Blindagem Metal Fest será realizado no próximo dia 2 de Outubro,
pelas 22h, na Associação Cultural e Desportiva "Os Ílhavos", com uma
entrada de 5€.

PAINTED BLACK procuram teclista


Por motivos profissionais o teclista Bruno Aleixo estará fora do país até ao final do ano e como tal os Painted Black estão à procura de teclista (m/f) para actuações ao vivo entre Outubro e Dezembro.

Todos os interessados(as) podem enviar email para black_tapestry@hotmail.com.
A banda procura uma pessoa com material próprio, sentido de responsabilidade, vontade de trabalhar e com disponibilidade para ensaiar na área da grande Lisboa.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Pantera - Raridades no Facebook


Em Novembro deste ano vão ser lançados kits comemorativos de “Cowboys From Hell” dos Pantera para celebrar os 20 anos do lançamento do disco.

A banda colocou a versão demo de “Cemetery Gates” e a versão ao vivo de “Psycho Holiday” no facebook, que estarão nessas edições, e o fã que quiser escutá-las terá que acessar a página da banda no Facebook. Será necessário dar um “Gosto” na página da banda para conseguir ouvir as musicas.

Aqui fica o facebook da banda: http://www.facebook.com/Pantera?v=app_7146470109

Enslaved - Novo álbum "Axioma Ethica Odini"


A banda de Black Metal norueguesa ENSLAVED vai lançar um novo álbum de nome "Axioma Ethica Odini".
Este será lançado pela Nuclear Blast a 27 de Setembro na Europa, e no dia seguinte nos Estados Unidos.

Os formatos disponíveis serão CD simples, vinil duplo, e uma versão especial (fomato gatefold) com o CD e um mini CD com a regravação de "Migration" e "Jotunblod", originalmente no álbum "Frost".

As músicas que estarão no CD são:
1 - Ethica Odini
2 - Raidho
3 - Waruun
4 - The Beacon
5 - Axioma
6 - Giants
7 - Singular
8 - Night Sight
9 - Lightening

Randy Rhoads - Gibson Vai lançar linha de guitarras do músico


O fabricante de guitarras Gibson anunciou que irá lançar uma réplica do modelo Gibson Les Paul Custom 1974 com que Randy Rhoads gravou os discos "Blizzard Of Ozz" e "Diary Of A Madman", de Ozzy Osbourne.

De acordo com a Gibson, essa iniciativa tem por objetivo atender a inúmeros pedidos do público. Ainda não foram divulgados preços e especificações técnicas do instrumento, assim como, dependendo da sua adesão, estarão outra replicas de guitarras do musico.